Vento e chuva causaram apenas danos pontuais
Matéria via DS / Postado dia 13-06-2018

Os fortes ventos e a chuva da noite de segunda-feira causaram estragos pontuais em algumas cidades da região. Grão-Pará e Rio Fortuna foram as mais atingidas, e registraram destelhamentos de casas e galpões.

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil do Estado, sargento Anderson Martins Cardoso, apesar dos destelhamentos, não houve prejuízos materiais maiores, e nem 
pessoais. “Não houve registro de feridos e nem desalojados. Mas nossas equipes estão coordenando os locais para verificarem cada caso”, afirma.

 “Além disso, claro que ocorreram alguns pequenos problemas de alagamentos pontuais em virtude do entupimento de bocas de lobo, insuficiência, drenagem”, relata.

No início da noite de segunda-feira, a Polícia Militar Rodoviária do Mirante da Serra e do distrito do Guatá chegou a interditar o tráfego de veículos na Serra do Rio do Rastro por aproximadamente uma hora. O vendaval causou queda de postes, árvores e pedras sobre a SC-390, no trecho da rodovia em Lauro Müller.


Notícias falsas

Muitas imagens e vídeos falsos foram compartilhados nas redes sociais e em aplicativos de celular desde a noite de segunda-feira falando sobre o temporal. O coordenador regional da Defesa Civil do Estado, sargento Anderson Martins Cardoso, alerta para essas informações prejudiciais a todos. “São informações falsas, que prejudicam a população e a atuação da Defesa Civil. 

É preciso checar a veracidade e consultar sites de notícias com credibilidade, ou, ainda, os próprios órgãos municipais e estaduais. Para entrar em contato com a Defesa Civil, o telefone é o 199”, enfatiza o sargento Anderson.



Veja Também
Futebol de base: Gravatal sediará competição nacional
Carlos Moisés se reúne com deputados eleitos

Os fortes ventos e a chuva da noite de segunda-feira causaram estragos pontuais em algumas cidades da região. Grão-Pará e Rio Fortuna foram as mais atingidas, e registraram destelhamentos de casas e galpões.

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil do Estado, sargento Anderson Martins Cardoso, apesar dos destelhamentos, não houve prejuízos materiais maiores, e nem 
pessoais. “Não houve registro de feridos e nem desalojados. Mas nossas equipes estão

leia mais ...

Times se preparam para o Catarinense
Motociclista não resiste e morre