Região soma 22 casos confirmados de gripe A
Matéria via DS / Postado dia 13-06-2018

Subiram para 22 os casos confirmados de gripe pelo vírus Influenza A na Amurel. É o dobro de casos registrados até maio, quando a região apresentou 11 ocorrências.

De acordo com o gerente regional de Saúde Everson Barbosa Martins, destes, 13 casos foram registrados em Tubarão, quatro em Laguna, três em Braço do Norte, um em Pescaria Brava e um em São Ludgero. O número de casos subiu em Tubarão desde maio, que tinha contabilizado oito registros. 

Agora, são sete do tipo H1N1, e seis de H3N2. Em Braço do Norte e Laguna – que contabilizavam juntos três casos –, os casos também aumentaram. Em Laguna, dos quatro casos, dois são de H1N1 e dois de H3N2; e em Braço do Norte, os três casos são de H3N2.

Os novos registros ficaram por conta de Pescaria Brava e São Ludgero, onde até então não havia registro de casos, e agora contabilizam um cada um, ambos de H1N1. 

Os números são de janeiro até este mês. Tubarão está empatada com Blumenau, com 13 casos, e estão em segundo lugar no Estado com o maior número de registros. A primeira é Florianópolis, que tem 19. Na região, nenhum óbito foi registrado.


 Vacinação continua aberta para outros grupos

A campanha de vacinação contra a gripe encerrou na sexta-feira para os grupos prioritários, e Tubarão foi a cidade que ficou em primeiro lugar no Estado em número de vacinados. Idosos e puérperas atingiram 100% da cobertura, mas crianças entre seis meses e quatro anos e gestantes não atingiram a meta. Como sobraram doses da vacina, os postos de saúde que possuem as doses passaram a disponibilizá-las para um novo grupo, que inclui crianças de cinco a nove anos e adultos de 50 a 59 anos. Quem faz parte do outro grupo prioritário também poderá se vacinar. Agora, estas doses fazem parte da rotina de vacinação dos postos e estarão disponíveis até acabarem.



Veja Também
Vasco demite Jorginho após apenas dez partidas
Hercílio Luz terá escolinha de futebol em Capivari

Com a intenção de fortalecer as categorias de base no ano do centenário, o Hercílio Luz oficializou ontem sua primeira escolinha de futebol fora de Tubarão. Ela ficará em Capivari de Baixo, e faz parte de um projeto que pretende levar escolinhas a todas as cidades da região.

O Núcleo Capivari de Baixo, como é chamado pelo clube, funcionará junto da Kapiva Soccer. A empresa é de propriedade da família Stang, e já tem uma escolinha para meninos com idade entre seis e 14 anos em funcionamento há quatro anos. A coordenação e administração são feitas por Ricardo e Lucas Stang.

Com a parceria com o clube de Tubarão, a intenção é que os meninos tenham uma oportunidade a mais, passando a integrar, depois, o time Sub-15 do Hercílio Luz.

De acordo com a diretoria, o projeto é o primeiro passo para o novo ciclo do Hercílio Luz, que quer investir forte nas bases e tornar o clube e a região uma referência na formação de atletas. O treinador do time será o professor Muriel Foizer. 

Para marcar a oficialização da Escolinha Hercílio Luz FC - Núcleo Capivari de Baixo, um jogo amistoso será realizado no dia 18 de agosto, às 11h. Ainda neste ano, a meta é abrir outros núcleos na Amurel. Neste primeiro momento, Pescaria Brava, Gravatal e Laguna são possibilidades.

Criada a semana de humanização do parto
Tubarão Futsal joga hoje com o Concordia