Torneio promove integração entre jovens especiais
Matéria via DS / Postado dia 16-05-2018

Promover a integração entre os jovens especiais e ainda proporcionar a atividade esportiva foram alguns dos objetivos do Campeonato de Bocha das Apaes do Litoral Sul. O evento ocorreu em Capivari de Baixo.  

A professora da Apae de Tubarão Manuela Emerick Zapelini diz que esses torneios são de suma importância para os alunos. “É através deles que muitos estudantes convivem com outras pessoas e ambientes diferentes de sua rotina. Além de promover a integração, eles participam de uma modalidade esportiva fundamental para a saúde”, explica a docente. 

Para o presidente da Apae de Capivari, Hamilton Gomes Sousa, o esporte promove um importante relacionamento social entre os jovens especiais. “Confere maior autonomia a todos, cumprindo dessa maneira o objetivo maior das Apaes e, consequentemente, gerando melhor qualidade de vida”, ressalta.

A diretora da Apae de Capivari de Baixo, Rosilene Costa Antônio, afirma que o evento foi um sucesso, garantindo a felicidade tanto dos alunos quanto da própria equipe pedagógica. “O campeonato foi incrível, os estudantes ficaram muito felizes e satisfeitos. Só tenho a agradecer a todos os envolvidos, tanto a equipe pedagógica quanto a diretoria e, claro, principalmente a todos os estudantes que participaram e fizeram do evento um sucesso”, acrescenta. 

O Campeonato de Bocha das Apaes contou com a participação de 68 alunos das instituições de Sangão, Jaguaruna, Tubarão, Treze de Maio, Laguna, Imbituba, Garopaba e Capivari. 

A vencedora da categoria bocha paralímpica e classificada para a Olimpíada Estadual das Apaes foi Priscila de Souza Gonçalves. Ela é aluna da Apae de Tubarão. O Campeonato de Bocha das Apaes do Litoral Sul ocorreu ontem à tarde, na Apae de Capivari de Baixo.



Veja Também
Vasco demite Jorginho após apenas dez partidas
Hercílio Luz terá escolinha de futebol em Capivari

Com a intenção de fortalecer as categorias de base no ano do centenário, o Hercílio Luz oficializou ontem sua primeira escolinha de futebol fora de Tubarão. Ela ficará em Capivari de Baixo, e faz parte de um projeto que pretende levar escolinhas a todas as cidades da região.

O Núcleo Capivari de Baixo, como é chamado pelo clube, funcionará junto da Kapiva Soccer. A empresa é de propriedade da família Stang, e já tem uma escolinha para meninos com idade entre seis e 14 anos em funcionamento há quatro anos. A coordenação e administração são feitas por Ricardo e Lucas Stang.

Com a parceria com o clube de Tubarão, a intenção é que os meninos tenham uma oportunidade a mais, passando a integrar, depois, o time Sub-15 do Hercílio Luz.

De acordo com a diretoria, o projeto é o primeiro passo para o novo ciclo do Hercílio Luz, que quer investir forte nas bases e tornar o clube e a região uma referência na formação de atletas. O treinador do time será o professor Muriel Foizer. 

Para marcar a oficialização da Escolinha Hercílio Luz FC - Núcleo Capivari de Baixo, um jogo amistoso será realizado no dia 18 de agosto, às 11h. Ainda neste ano, a meta é abrir outros núcleos na Amurel. Neste primeiro momento, Pescaria Brava, Gravatal e Laguna são possibilidades.

Criada a semana de humanização do parto
Tubarão Futsal joga hoje com o Concordia