Flamengo vence o Botafogo e vai à final da Taça Guanabara
Matéria via IG ESPORTE / Postado dia 12-02-2018
Henrique Dourado marcou seu primeiro gol com a camisa do Flamengo

Na semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca, o Flamengo venceu o Botafogo em Volta Rendonda por 3 a 1. Assim, vai à final da Taça Guanabara , para enfrentar o Boavista, que já havia garantido sua vaga após o empate em 2 a 2 com o Bangu. Com a vantagem, o time rubro-negro precisava apenas do empate para a classificação.

Leia também: Flamengo é a marca mais valiosa do futebol brasileiro, diz estudo 

Flamengo contou com a estreia de seu principal reforço para a temporada. O centroavante Henrique Dourado, ex-Fluminense, foi o maior artilheiro do país em 2017, com 32 gols no total. Foi ele, inclusive, que fez a primeira finalização da partida, aos 17 minutos do primeiro tempo. Diego cobrou falta e o estreante cabeceou perto do gol, dando o primeiro susto no Botafogo.

A partida, que chegou a ser paralizada por conta do calor, teve predomínio do Fla, que dificultou para que o Fogão conseguisse criar jogadas. Aos 35 minutos, Éverton faz o primeiro gol, de cabeça, após outra cobrança de falta de Diego e abriu o placar em 1 a 0. Do outro lado, o Botafogo não chegou a fazer nenhuma finalização.

O segundo tempo começou agitado e o segundo gol do Fla saiu logo no terceiro minuto de bola rolando com Henrique Dourado fazendo sua primeira marcação com a camisa da equipe. O time rubro-negro continou pressionando e buscando colocar a bola na rede, mas o Botafogo deu a resposta aos 23 minutos. Com forte chute na entrada da área, Kieza descontou o placar e marcou seu primeiro gol com pelo alvinegro, 2 a 1 para o Flamengo.

O jovem prodígio Vinicius Junior, que havia entrado no lugar de Lucas Paquetá aos 31 minutos, fez um golaço na prorrogação e garantiu a classificação do Fla. No entanto, durante a comemoração , o atacante fez o gesto de "chororô" e causou confusão dentro de campo. Os jogadores do Botafogo foram para cima do atleta de 17 anos, que levou cartão amarelo pela provocação.

Placar final: 3 a 1 para o Flamengo. Com a vitória, o time comandado pelo técnico Paulo César Carpegiani vai enfrentar o Boavista na final da Taça Guanabara, no dia 18 de fevereiro, no Estádio Nilton Santos.

 



Veja Também
Na estreia, Peixe vai reencontrar Waguinho Dias
Evento une idosos de Pescaria Brava
Idosa deixa imóvel e precisa de apoio
Bebê agredida segue em estado grave

A bebê de dois meses que teria sido agredida pelo paicontinua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. 

A menina de Capivari de Baixo passou por cirurgia e, até o fechamento desta edição, seu estado de saúde era considerado grave. O caso aconteceu na terça-feira e foi trazido com exclusividade pelo DS. 

A criança chegou à unidade junto com os pais. Após atendimento, os médicos atestaram que ela tinha afundamento de crânio e hematomas. A polícia e o conselho tutelar foram acionados, pois a desconfiança era que ela tivesse sido agredida. 

Com isso, os pais foram detidos. Após conversa com o delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, o homem de 25 anos, pai da criança, foi acusado pela mãe de ser o responsável pelas agressões. Ele alegava que a criança não era filha biológica dele, pois o casal é negro e a criança, branca. 

O pai, suspeito de agredir a bebê, foi preso e segue recluso no Presídio Regional de Tubarão. Já a mãe, foi ouvida e liberada. Ela será investigada por omissão. À polícia, ela afirmou que era ameaçada e agredida pelo marido e que, por isso, não havia o denunciado antes. Esta seria a terceira vez que a bebê foi hospitalizada. Na primeira vez, estava com costelas quebradas. Nos casos anteriores, a família alegava acidentes domésticos.

A Polícia Civil ainda aguarda um laudo pericial para confirmar as agressões. O pai deve responder por maus-tratos e tentativa de homicídio. A polícia teve deferimento da Justiça para o pedido de prisão preventiva.