Sem obras, estrada que dá acesso à Serra do Corvo Branco está comprometida
Matéria via Fotos NSC TV / Postado dia 12-02-2018

 

A estrada que dá acesso a um dos locais mais belos do estado, a Serra do Corvo Branco, está comprometida por causa dos buracos e obstáculos. Melhorias no local começaram em 2014, mas pararam em 2015 por problemas no projeto. O consórcio que venceu a licitação de R$ 36 milhões abandonou os trabalhos, que nunca foram retomados.

Foto: Reprodução / NSC TV

O problema está nos 9,7 quilômetros em Urubici. Desde que as obras pararam os buracos aumentaram, as barreiras caíram e a Serra do Corvo Branco foi ficando cada vez mais perigosa. O trajeto nas curvas sinuosas fica ainda mais perigoso. “Transtorno, né. Caminhão estraga caminhão, há risco de acidente. Sempre agora que a safra é aqui em cima, sempre esse transtorno”, disse Eduardo Vozz, motorista.

O Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) diz que oficialmente esse trecho da SC-370 está interditado. A rodovia liga a região serrana ao litoral catarinense, e é o caminho mais curto pra escoar a produção de hortaliças, frutas e leite, por isso muitos preferem correr o risco.

“Alguns obstáculos lá que são perigosos, não tem guard-rail, pra proteger pra não cair. Hoje tá bem abandonado”, disse Kleber Vieira, fruticultor. Ele falou ainda que essa é a principal rota para escoar a produção. “Essa aqui eu levo 55 quilômetros e a outra vou levar 190 quilômetros”, explicou.

O novo projeto para revitalização da rodovia tem prazo para ficar pronto no próximo mês. Para o início da obra, porém, não há previsão. Enquanto isso quem precisa continua na espera. “Faz tempo, faz muito tempo, muitos anos…. Não sei quando que vão terminar, mas decerto um dia nós passaremos direto na estrada boa”, disse o motorista Silvio Boing.

Com informações do site G1 SC

 



Veja Também
Vasco demite Jorginho após apenas dez partidas
Hercílio Luz terá escolinha de futebol em Capivari

Com a intenção de fortalecer as categorias de base no ano do centenário, o Hercílio Luz oficializou ontem sua primeira escolinha de futebol fora de Tubarão. Ela ficará em Capivari de Baixo, e faz parte de um projeto que pretende levar escolinhas a todas as cidades da região.

O Núcleo Capivari de Baixo, como é chamado pelo clube, funcionará junto da Kapiva Soccer. A empresa é de propriedade da família Stang, e já tem uma escolinha para meninos com idade entre seis e 14 anos em funcionamento há quatro anos. A coordenação e administração são feitas por Ricardo e Lucas Stang.

Com a parceria com o clube de Tubarão, a intenção é que os meninos tenham uma oportunidade a mais, passando a integrar, depois, o time Sub-15 do Hercílio Luz.

De acordo com a diretoria, o projeto é o primeiro passo para o novo ciclo do Hercílio Luz, que quer investir forte nas bases e tornar o clube e a região uma referência na formação de atletas. O treinador do time será o professor Muriel Foizer. 

Para marcar a oficialização da Escolinha Hercílio Luz FC - Núcleo Capivari de Baixo, um jogo amistoso será realizado no dia 18 de agosto, às 11h. Ainda neste ano, a meta é abrir outros núcleos na Amurel. Neste primeiro momento, Pescaria Brava, Gravatal e Laguna são possibilidades.

Criada a semana de humanização do parto
Tubarão Futsal joga hoje com o Concordia