Prefeito de Jaguaruna quer construir três pontes
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 12-01-2018

Se tudo ocorrer dentro do previsto, veranistas e moradores de Jaguaruna terão, a partir do próximo verão, um acesso mais facilitado. Com a ponte de Congonhas concluída, na divisa entre Tubarão e Jaguaruna, três novas pontes de concreto devem ficar prontas até novembro, segundo o prefeito de Jaguaruna Edenilson Montini da Costa. 

O prefeito explica que o município tem problemas hoje com quatro pontes, nas localidades de Morro Azul, Pontão, Jabuticabeira e Riacho Francisco. As duas primeiras, segundo ele, já estão com recursos na ordem de R$ 750 mil garantidos pela Defesa Civil. A licitação para a obra será lançada em fevereiro. “Caso necessite acrescentarmos mais algum valor para a conclusão, colocaremos”, garante. A ponte de Morro Azul tem sete metros, e a de Pontão, 26 metros de comprimento.  

Já a ponte da Jabuticabeira, que tem 26 metros de comprimento, será construída com recursos próprios da prefeitura. De acordo com o prefeito, foi feita uma reforma nesta ponte, mas foi apenas um paliativo. “Não vamos mais manter nem construir pontes de madeira”, garante. “Ainda não fizemos o orçamento para a construção da nova ponte, mas já estamos encaminhando o projeto para depois fazermos a licitação e a obra. Mas ela sairá, com certeza”, pontua.

A quarta ponte, do Riacho Francisco, está interditada por questões estruturais, mas também será reconstruída em concreto. “Se ainda houver recursos, tentaremos construir esta ponte também este ano, caso contrário, em 2019 ela será construída”, destaca Edenilson.


Ponte de Congonhas

O trânsito sobre a ponte Sírio José Domingos, a ponte de Congonhas, na divisa entre Tubarão e Jaguaruna, foi liberado em junho do ano passado. A construção foi finalizada após a colocação do asfalto e o término das obras nas cabeceiras. Mas depois da liberação, o asfalto na cabeceira apresentou rachaduras, que receberam a devida manutenção e continua liberada para o tráfego. A história da construção da ponte começou em 2014. Sem solução para resolver o problema da passagem dos veículos, o governo do Estado assumiu a responsabilidade da obra. Foi acordado na época que as prefeituras dos dois municípios iriam construir as cabeceiras. No fim da obra, em agosto de 2015, as prefeituras, sem recursos para construir as cabeceiras, tentaram resolver, mas sem sucesso. Com isso, a construção das cabeceiras por parte das prefeituras foi suspensa pela ADR de Tubarão. O governo do Estado assumiu a responsabilidade e em fevereiro de 2016 o projeto complementar ficou pronto.



Veja Também
PRF faz escolta e orienta motoristas
Jogos são adiados por causa de greve

Os reflexos da greve dos caminhoneiros fizeram com que a Federação Catarinense de Futebol (FCF) adiasse jogos das categorias de base da Série A do Campeonato Catarinense. Ao todo, são dez partidas que tiveram nova data por causa “dos inúmeros transtornos ocasionados em virtude da greve geral dos caminhoneiros no país”, conforme o comunicado da entidade. 

O departamento de competições da entidade remarcou os duelos de fim de semana para o meio da semana, na terça ou quarta-feira. Foram quatro partidas da categoria infantil e outras quatro da juvenil (os duelos ocorrem um em seguida do outro), válidas pela quarta rodada primeira fase. Previstos para este sábado, serão disputados na quarta-feira.

Já na categoria júnior, dois jogos dos três da segunda rodada do returno foram alterados. Tubarão x Avaí e Figueirense x Joinville estavam marcados para sexta-feira e foram remarcados para terça. O duelo entre Criciúma e Chapecoense foi o único mantido, porque a delegação do Verdão do Oeste já está no Sul de Santa Catarina para a partida.

Hercílio Luz

Em comum acordo com os times participantes, o departamento de competições da Federação Catarinense de Futebol adiou as partidas das três competições das categorias de base do Campeonato Catarinense Série A 2018. O Hercílio Luz participa das categorias Infantil (Sub-15) e Juvenil (Sub-17), cujos times entrariam em campo neste sábado, contra o Guarani de Palhoça, no Estádio Renato Silveira, pela 4ª rodada da 1ª Fase. Em função da greve dos caminhoneiros, as disputas foram reagendadas para quarta-feira. Na segunda-feira (28), a FCF e a diretoria dos times participantes reavaliarão as condições e confirmarão as partidas. Caso seja necessário, uma nova data poderá ser marcada. Na sexta-feira, os dois times treinaram normalmente no Aníbal Costa. No Infantil, o time do Leão do Sul ocupa a 9ª posição, enquanto no Juvenil a equipe está em 8º lugar.

Peixe encerra fase contra o Cianorte
Entrevista: “a cidade está em obras”, diz prefeito Joares