Unisul deve expor todas as informações
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 06-12-2017

O projeto de lei que pretende criar a obrigatoriedade por parte da Unisul de aderir a um portal da transparência, nos moldes como já faz a prefeitura e a Câmara de Vereadores de Tubarão, por exemplo, foi aprovado na última sessão da Casa. 

De autoria de Alexandre Moraes no período em que assumiu uma cadeira na Câmara, o projeto de lei teve 14 votos favoráveis, uma abstenção e uma ausência. O próximo passo é ser sancionado pelo prefeito Joares Ponticelli para então entrar em vigor. 

No portal, segundo Alexandre, deve constar todos os atos praticados na Unisul, permitindo o acesso aos dados referentes a pagamentos de colaboradores em geral, compras e contratos de quaisquer espécies, entre demais informações. 

Segundo ele, a intenção é deixar disponíveis, para o acesso de todas as pessoas, as informações financeiras da Unisul, desde salários até contratos, como já existe no Portal da Transparência da prefeitura de Tubarão, por exemplo.  

Alexandre comemorou a aprovação do projeto de lei, porque o primeiro passo para uma gestão mais eficiente é justamente a transparência. “Este é um passo importante para a moralidade, é o melhor caminho a ser tomado. Desta forma, também são evitados, inclusive, possíveis comentários levianos, já que a partir do portal todas as informações estarão disponíveis com clareza”, destaca.

De acordo com a Câmara de Vereadores, após sancionada, existe um prazo de 30 dias para que a Unisul cumpra a determinação prevista na lei. 

A reitoria da Unisul afirma que a universidade “sempre esteve receptiva às iniciativas da sociedade que venham contribuir com uma gestão cada vez mais qualificada e transparente. Em relação à lei, muito embora o gabinete da reitoria ainda não tenha sido notificado, informamos que a universidade, a Fundação Unisul e os demais Conselhos Superiores estarão se inteirando do seu conteúdo, bem como os impactos, e se manifestarão tão logo concluírem as análises”, conclui.



Veja Também
Arma é apreendida dentro de veículo após abordagem em festa
Karateca tubaronense disputa Sul-Americano

Ontem, Nícolas de Souza viajou mais uma vez para defender as cores do país em uma competição internacional. O jovem karateca disputa pelo terceiro ano consecutivo o Sul-Americano da modalidade com a Seleção Brasileira, e acumula ótimos desempenhos, além de experiências muito importantes.

Aos 12 anos, Nícolas garantiu a vaga com a idade mínima para fazer parte da seleção e ainda comemorou o título de campeão. Aos 13, mais uma vez representando o Brasil na competição, foi o vice-campeão de sua categoria. Agora, com 14, segue mais uma vez em busca do pódio.

“É com muito orgulho que tenho a honra de poder representar meu país em mais um evento internacional. Estou muito feliz, pois é o meu terceiro ano consecutivo na Seleção Brasileira. Treinei muito e estou preparado para fazer o meu melhor”, revela.

“Aproveito para agradecer o apoio e a torcida de todos que estão sempre comigo. Sem a participação de todos os envolvidos, isso não seria possível”, ressalta Nícolas.

O Sul-Americano ocorre de hoje até domingo, em Guayaquil, no Equador, e reúne atletas nas disputas das categorias Sub-14, Cadete, Júnior, Sub-21 e Sênior. “As expectativas para este campeonato são boas, porém disputo uma categoria diferente e pode ter sempre surpresas. No entanto, darei meu máximo para representar bem meu país em mais um campeonato deste nível”, finaliza Nícolas.

Mulher precisa de ajuda para tratamento de câncer

A dona de casa Mércia Carvalho, de Gravatal, está precisando de ajuda. Com câncer no fígado e sem condições financeiras para arcar com o tratamento, ela precisa da colaboração de todos para continuar vivendo. O marido, Genésio, precisou parar de trabalhar para ajudar a esposa em seu tratamento.

Uma rede de solidariedade se formou nas redes sociais para tentar minimizar a dor de Mércia e sua família. O marido está afastado do trabalho há 14 meses, em busca da cura para sua esposa, e para ajudá-la em tudo o que precisa, já que a doença está em um estágio avançado. 

Mércia precisa tomar vitaminas e medicamentos importados contra o câncer, e não possui condições financeiras. Amigos da família contam que ela já ficou dois meses sem tomar os medicamentos, por não ter como arcar com estes custos. 

Quem desejar ajudar, pode fazer um depósito de qualquer valor. Os dados para depósito são: Banco do Brasil, agência 2089-3, conta 14048-1, em nome de Genésio Carvalho. Para entrar em contato, o telefone de Genésio é (48) 99697-8562.

Cursos gratuitos levam cultura a Tubarão