Agressão à mulher chega a 644 casos
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 11-10-2017

Na semana que alerta para o Dia Nacional Contra a Violência à Mulher, vários casos de agressão chamaram a atenção na região, dados da Delegacia Regional de Tubarão. De janeiro até a última quarta-feira foram registrados 644 casos de violência doméstica.

Os números indicam que, todos os dias, pelo menos duas mulheres são alvo de algum tipo de ataque.

O Brasil é um país no qual três a cada cinco mulheres já sofreram algum tipo de violência em relacionamentos. Além disso, 56% dos homens já declararam ter cometido algum tipo de violência contra mulheres, dentre empurrões, xingamentos, socos, tapas. Em Tubarão, o caso mais recente, que ganhou repercussão, foi o da mulher golpeada com faca pelo companheiro, na frente do filho de 14 anos.

A mulher segue hospitalizada e o investigado será ouvido essa semana, na Delegacia de Proteção à Criança, à Mulher e ao Idoso (Dpcami), da Cidade Azul. Como forma de proteger ainda mais as mulheres, um projeto de lei tramita no Senado e sugere aumentar o tempo da pena de prisão por feminicídio, em casos nos quais o crime tenha sido praticado em descumprimento de medida protetiva de urgência, assegurada pela Lei Maria da Penha.

O aumento da pena também poderá ocorrer se o delito for praticado contra uma pessoa com doenças degenerativas limitantes, vulnerabilidade física ou mental, e se for cometido na presença de filhos ou familiares ascendentes (como os pais).


Feminicídio


Atualmente, a pena do feminicídio pode variar entre 12 e 30 anos. O projeto que pode ampliar o tempo de cumprimento da pena está sendo relatado pelo senador Eduardo Lopes (PRB-RJ). Em seu parecer, o relator cita um estudo do Instituto Avante Brasil apontando que uma mulher morre a cada hora no Brasil por crime de gênero. Na maioria dos casos, as vítimas morrem em situação de violência doméstica. Se aprovado, o projeto de lei deve ir direto para a sanção do presidente.



Veja Também
ESTACIONAMENTO ROTATIVO DEVE COMEÇAR A OPERAR NO FINAL DO PRIMEIRO SEMESTRE

O estacionamento rotativo em Tubarão deve voltar a operar ainda no primeiro semestre deste ano. Pelo menos esta é a previsão do secretário de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento, Alexandre Moraes. 
O secretário explica que já há uma comissão formada que acompanha o projeto, desde sua viabilidade até adequações necessárias. Os integrantes já estão discutindo o termo de referência e já foi analisado, inclusive, o número de vagas que será incluído no sistema de estacionamento rotativo.
Entre as próximas ações da comissão, segundo Alexandre, está a conclusão da planilha de viabilidade econômica, conforme solicitado pelo Tribunal de Contas do Estado.
“Somente após a conclusão do termo de referência é que a prefeitura poderá lançar o edital do processo de licitação para a contratação da empresa que vai deter a concessão do serviço”, explica.
Alexandre afirma que a intenção é que os trâmites da implantação sejam concluídos e que o estacionamento rotativo passe a operar até o final deste primeiro semestre.

Dupla é presa com 990 gramas de maconha

Dois homens foram presos e encaminhados à delegacia, em Capivari de Baixo, depois de serem flagrados com 990 gramas de maconha. A droga estava dividida em porções. Conforme a Polícia Militar, policiais do Pelotão de Patrulhamento Tático da PM abordaram dois ocupantes de uma motocicleta Honda/CG 150 que estavam parados em frente a um bar no bairro Alvorada.

A dupla, conhecida da polícia por tráfico na região, estava nas proximidades de um local conhecido pelo comércio de entorpecentes. Ao avistarem os policiais, um deles, um homem de 26 anos, fugiu a pé. Segundo a PM, ele carregava uma sacola grande nas mãos, a qual, durante a perseguição, tentou dispensar.

Dentro da sacola foram encontrados três torrões de maconha, totalizando as 990 gramas. O segundo ocupante da motocicleta tentou fugir, mas foi abordado e preso. Eles foram detidos, a droga apreendida e ambos encaminhados à Delegacia de Polícia.

GMT continua sem armamento
Casal é assaltado durante caminhada

Um assalto a um casal foi registrado em Imbituba. O criminoso, até então ainda não identificado, assaltou um homem e uma mulher enquanto eles caminhavam na Estrada Geral do Rosa, no bairro Ibiraquera, em Imbituba. O crime, de acordo com a Polícia Militar, foi registrado na terça-feira. 
O assaltante chegou numa motocicleta e colocou a mão na cintura, insinuando estar armado. Das vítimas foram roubados um celular, R$ 200 e uma cópia da chave do carro do casal. As guarnições realizaram rondas, porém o autor não foi localizado.