Peixe aposta em apoio da torcida
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 11-10-2017

Os jogadores do Atlético Tubarão retomaram os treinamentos ontem com foco nos próximos dois jogos da Copa Santa Catarina, contra Inter de Lages e Brusque, ambos na Vila. No estádio, jogando ao lado de seu torcedor, o time comandado pelo técnico Waguinho Dias está motivado para conseguir um bom resultado.
 
“Sabemos que o apoio do torcedor é fundamental para as vitórias da equipe. Eles fazem a diferença, e nós precisamos disso agora. Teremos uma sequência em casa que pode nos ajudar muito na competição”, destaca o atacante Luan.

O primeiro adversário é o Inter de Lages, às 11h de domingo. Na última vez em que recebeu a equipe da serra no Domingos Gonzales, o Tubarão venceu por 6 a 0. Os atletas iniciaram a semana de preparação com um treino na academia, na manhã de ontem. Durante a tarde, eles treinaram na Vila.

 “A ansiedade é sempre maior na estreia. O Waguinho conseguiu observar bem como cada um se comporta, tanto nos treinos quanto nos jogos. Vamos seguir trabalhando e evoluindo a cada partida”, comenta Luan.

 Começou ontem a venda do pacote para os três jogos do Peixe em casa. Por R$ 50, o torcedor garante o ingresso para os três confrontos na Vila. A bilheteria ficará aberta até sábado, das 10h às 19h.


Assinantes com Cartão DS terão desconto nos jogos do Peixe

O Atlético Tubarão acaba de integrar o Clube do Assinante DS. Com a parceria, os assinantes portadores do cartão vão ganhar desconto de 50% no valor dos ingressos para as partidas do Peixe em casa, pela Copa Santa Catarina.

Os ingressos para o confronto contra o Inter de Lages, neste domingo, já estão à venda e são limitados. Na quarta-feira e na sexta-feira, é possível comprar na recepção do jornal Diário do Sul, que fica no sexto andar do Praça Shopping, no Centro da Cidade Azul, em horário comercial. Já no sábado e no domingo, os assinantes podem comprar o ingresso diretamente na bilheteria do estádio Domingos Gonzales.

Em constante expansão de parcerias nas áreas de saúde, bem-estar, cultura e lazer, o Clube do Assinante DS tem buscado novas opções de estabelecimentos que oferecem descontos para os assinantes do jornal.

Os assinantes do DS, tanto da edição impressa quanto da edição on-line, têm direito a incluir os dependentes no Clube do Assinante, o que amplia os benefícios de assinar o jornal para toda a família. Confira as clínicas associadas em www.diariodosul.com.br.



Veja Também
Na estreia, Peixe vai reencontrar Waguinho Dias
Evento une idosos de Pescaria Brava
Idosa deixa imóvel e precisa de apoio
Bebê agredida segue em estado grave

A bebê de dois meses que teria sido agredida pelo paicontinua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. 

A menina de Capivari de Baixo passou por cirurgia e, até o fechamento desta edição, seu estado de saúde era considerado grave. O caso aconteceu na terça-feira e foi trazido com exclusividade pelo DS. 

A criança chegou à unidade junto com os pais. Após atendimento, os médicos atestaram que ela tinha afundamento de crânio e hematomas. A polícia e o conselho tutelar foram acionados, pois a desconfiança era que ela tivesse sido agredida. 

Com isso, os pais foram detidos. Após conversa com o delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, o homem de 25 anos, pai da criança, foi acusado pela mãe de ser o responsável pelas agressões. Ele alegava que a criança não era filha biológica dele, pois o casal é negro e a criança, branca. 

O pai, suspeito de agredir a bebê, foi preso e segue recluso no Presídio Regional de Tubarão. Já a mãe, foi ouvida e liberada. Ela será investigada por omissão. À polícia, ela afirmou que era ameaçada e agredida pelo marido e que, por isso, não havia o denunciado antes. Esta seria a terceira vez que a bebê foi hospitalizada. Na primeira vez, estava com costelas quebradas. Nos casos anteriores, a família alegava acidentes domésticos.

A Polícia Civil ainda aguarda um laudo pericial para confirmar as agressões. O pai deve responder por maus-tratos e tentativa de homicídio. A polícia teve deferimento da Justiça para o pedido de prisão preventiva.