Leão perde em casa para o Fluminense
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 12-08-2017

O Hercílio Luz começou o returno da Segundona Catarinense com derrota. A equipe foi surpreendida em casa pelo Fluminense de Joinville, que jogou melhor e venceu a partida por 1 a 0, na noite desta sexta-feira, no estádio Aníbal Costa, em Tubarão. O gol foi marcado por Mateus Freire, aos 38 minutos da segunda etapa.

Hercílio Luz e Fluminense abriram a rodada do returno da Série B em situações bastante opostas. De um lado, o Leão trazia como retrospecto o título da primeira fase, enquanto que o time do Norte do Estado tentava se recuperar após terminar o turno entre os últimos colocados.

Irreconhecível em campo, o Leão do Sul teve bastante dificuldades para se articular e criar jogadas. Uma cabeçada de Marcelo Quilder aos 14 minutos, que passou perto do gol adversário, foi a melhor chance do time na primeira etapa.

Já o Fluminense chegou com mais consistência e teve mais oportunidades de marcar. A chance mais clara foi aos 37 minutos, em cobrança de falta que acertou o travessão do goleiro hercilista.

Na segunda etapa,  o Hercílio melhorou um pouco e conseguiu criar mais oportunidades de abrir o placar. Aos 10 minutos, Marcelo Quilder outra vez cabeceou bem e a bola bateu no travessão. Na volta, Victor Hugo teve a oportunidade de mandar para dentro do gol, mas desperdiçou.

A melhora do Leão, porém, não significou superioridade. O time adversário também conseguia chegar ao ataque com perigo. Martins precisou fazer grande defesa para evitar que a bola fosse para o fundo das redes, aos 18 minutos. Aos 22, o zagueiro Robert cortou dentro da área em nova grande chance do Fluminense.

Depois, a equipe hercilista voltou a jogar no ataque e colocou pressão. Mas não conseguiu boas finalizações. Resultado: aos 38 minutos, após chute cruzado e defesa do goleiro Martins, a bola sobrou para Mateus Freire, que mandou para as redes e fez 1 a 0 para o Fluminense.

Nos minutos finais, o time tubaronense bem que tentou, mas já não havia tempo para mais nada.

Em dez jogos, essa foi a segunda derrota do Hercílio Luz na competição. A outra foi para o Camboriú, também em casa. Já o Fluminense conseguiu a sua segunda vitória no campeonato.


PRÓXIMO DESAFIO

O Leão do Sul entra em campo novamente na quarta-feira, quando enfrentará o Barra, pela segunda rodada do returno. A partida ocorre no estádio Camilo Mussi, em Itajaí, e está marcada para as 15h30. No confronto do primeiro turno, a equipe hercilista levou a melhor, vencendo por 3 a 2 a partida disputada no estádio Aníbal Costa, em Tubarão.

Vale lembrar que, como foi campeão do primeiro turno, o Hercílio Luz já garantiu lugar nas semifinais da competição para disputar uma das duas vagas na elite estadual do ano que vem. Porém, o time pode conseguir a vaga sem precisar disputar o quadrangular final, desde que também seja a equipe com mais pontos no returno.



Veja Também
Na estreia, Peixe vai reencontrar Waguinho Dias
Evento une idosos de Pescaria Brava
Idosa deixa imóvel e precisa de apoio
Bebê agredida segue em estado grave

A bebê de dois meses que teria sido agredida pelo paicontinua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. 

A menina de Capivari de Baixo passou por cirurgia e, até o fechamento desta edição, seu estado de saúde era considerado grave. O caso aconteceu na terça-feira e foi trazido com exclusividade pelo DS. 

A criança chegou à unidade junto com os pais. Após atendimento, os médicos atestaram que ela tinha afundamento de crânio e hematomas. A polícia e o conselho tutelar foram acionados, pois a desconfiança era que ela tivesse sido agredida. 

Com isso, os pais foram detidos. Após conversa com o delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, o homem de 25 anos, pai da criança, foi acusado pela mãe de ser o responsável pelas agressões. Ele alegava que a criança não era filha biológica dele, pois o casal é negro e a criança, branca. 

O pai, suspeito de agredir a bebê, foi preso e segue recluso no Presídio Regional de Tubarão. Já a mãe, foi ouvida e liberada. Ela será investigada por omissão. À polícia, ela afirmou que era ameaçada e agredida pelo marido e que, por isso, não havia o denunciado antes. Esta seria a terceira vez que a bebê foi hospitalizada. Na primeira vez, estava com costelas quebradas. Nos casos anteriores, a família alegava acidentes domésticos.

A Polícia Civil ainda aguarda um laudo pericial para confirmar as agressões. O pai deve responder por maus-tratos e tentativa de homicídio. A polícia teve deferimento da Justiça para o pedido de prisão preventiva.