Ondas grandes, estragos e 7 tripulantes desaparecidos
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 12-08-2017

Buscas no litoral Sul do Rio Grande do Sul estão sendo realizadas por equipes da Marinha após o aviso sobre o desaparecimento de uma embarcação no mar de Rio Grande, na manhã desta sexta-feira.

Conforme a assessoria de imprensa do órgão, o aviso foi feito por tripulantes de outro barco que navegava próximo e perdeu a embarcação de vista ainda na madrugada. No barco que sumiu, que seria de pesca, havia sete tripulantes.

Ainda de acordo com a Marinha, a embarcação tem inscrição em Laguna. A embarcação desaparecida teria sido vista pela última vez a 15 quilômetros da costa. O aviso foi espalhado via rádio na região.

Em nota, a Marinha explicou que mobilizou um navio, um helicóptero e uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) nas buscas. Até o fechamento desta edição, ainda não havia informações sobre o barco de pesca ou sobre os sete tripulantes desaparecidos.


Rebocador de balsa vira

O rebocador da balsa, em Laguna, tombou por volta das 13h de sexta-feira. O Corpo de Bombeiros da foi acionado para atender a ocorrência.

A Laguna Navegação, que administra a balsa, confirmou o fato, no entanto, a informação de funcionários era de que não poderiam repassar mais detalhes.

De acordo com os bombeiros, o condutor da balsa passa bem. Portos de Imbituba e Laguna foram fechados por conta das condições da maré.


Ondas gigantes

Até este domingo segue o alerta para o mar. Há previsão de ondas gigantes, na casa de três a quatro metros. A navegação de embarcações de pequeno e médio porte não é aconselhada. O que mais chama atenção de meteorologistas é a quantidade de dias com ondas muito grandes. A intensidade dessa ressaca não chega ser fora dos padrões. O fato de ter dois sistemas meteorológicos atuando no mar, o ciclone e a alta pressão, ajuda a explicar a maior quantidade de dias em que o fenômeno ocorre. A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para o risco de alagamentos até domingo devido à maré alta nas regiões mais baixas do litoral catarinense, devido à influência da maré viva (maré de sizígia).



Veja Também
Certidões de nascimento, casamento e óbito mudam a partir de hoje
Laguna: hospital passa por dificuldade financeira
Semana deve ser de tempo bom

Com sol e temperatura um pouco mais quente, a semana começou marcando 12ºC. Conforme a Epagri/Ciram, a semana também deve ser de tempo bom. 

Em geral, as máximas devem sempre se aproximar dos 30ºC, com exceção de quarta-feira, quando uma frente fria, que vai passar pela região, deve baixar um pouco a temperatura. Nesta semana deve chover apenas na tarde de terça-feira e na quarta-feira pela manhã.

Na praia, o mar é calmo nesta segunda e terça-feira, e começa a ficar agitado a partir de quarta-feira, devido ao vento sul. Importante ressaltar que, em uma previsão alongada, há boas notícias em relação à chuva. Até o dia 5 de dezembro haverá chuvas mais frequentes. Vai predominar o tempo bom, mas com pouco espaço entre os dias de chuva, o que é essencial pra manter o solo irrigado, principalmente para a agricultura.

Na região, o dia hoje deve ser de sol com muitas nuvens e termômetros variando entre 20ºC e 26ºC. Amanhã, pode ocorrer chuva, melhorando no decorrer do dia. A máxima será de 25ºC, e a mínima, de 18ºC. Na quinta-feira, o sol reaparece, com temperatura variando entre 17ºC e 26ºC.

As temperaturas também serão boas na sexta-feira, de acordo com a previsão, podendo chegar a 27ºC. A mínima neste dia deve ser de 19ºC, com sol entre algumas nuvens.

Falta recursos para evitar novos deslizamentos na Serra