Tubaronense se destaca com trabalho em mosaicos
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 19-05-2017

Paisagens, desenhos abstratos, escudos de times de futebol. Estes são alguns dos temas usados pelo tubaronense Francisco de Assis Silva, de 55 anos, para a produção de mosaicos com cerâmica. O trabalho dele, produzido na Cidade Azul, já foi enviado para diversas partes do país.

Francisco conta que a produção começou há pouco mais de 15 anos, como um hobby. “Refiz um mosaico que tinha feito com papel, quando ainda era estudante, da Catedral de Tubarão. A partir daí comecei a tomar gosto e a realizar esse trabalho regularmente”, lembra.

Os mosaicos com símbolos de times de futebol são os mais solicitados. “O primeiro que eu fiz foi do Ferroviário, antigo time de futebol de Tubarão. O trabalho caiu no gosto das pessoas e acabei fazendo vários outros em seguida”, conta.

Da cidade, a Liga Tubaronense de Futebol e o Hercílio Luz já foram homenageados com mosaicos. “Agora quero fazer um do Atlético Tubarão”, revela Francisco.

Ainda no esporte, Flamengo, Botafogo, Fluminense e Grêmio são outros clubes que tiveram os emblemas registrados em cerâmica. “As pessoas também costumam pedir escudos personalizados, com o nome do torcedor”, diz.

O trabalho já ganhou capas de livros – quatro obras da Editora Unisul trazem em suas capas mosaicos feitos por Francisco – e foi enviado para outros Estados, como Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia.

Geralmente, cada mosaico leva em torno de 30 dias para ficar pronto, já que a atividade continua sendo um hobby para Francisco, que se dedica à arte apenas nos fins de semana.

Ele também destaca que os trabalhos têm como diferencial o fato de todos os pisos e azulejos usados serem lixados, para que não ofereçam riscos. “Se não for lixado, o piso cerâmico pode machucar, cortar”, comenta.

Para saber mais sobre o trabalho, basta acessar o site www.elo7.com.br/mosaikikos/produtos.



Veja Também
Com a presença do novo técnico, Chapecoense encara o Atlético-MG
Criciúma é derrotado em casa e fica mais longe do acesso
Mudança de hábito e 11 quilos a menos
Drogas apreendidas são incineradas em Gravatal

Drogas apreendidas nos termos circunstanciados lavrados no segundo semestre de 2016 e primeiro semestre de 2017, em Gravatal, foram incineradas. Os entorpecentes foram queimados na segunda-feira. Os itens são provenientes de 102 termos circunstanciados com apreensões de cigarros de maconha, comprimidos de ecstasy e petecas de cocaína.

A droga estava lacrada em invólucros. A incineração foi autorizada pelo juízo da comarca de Armazém e foi realizada pelo cabo Cléber Eing e acompanhada pelo comandante da 2ª Companhia PM de Gravatal, capitão Maycon Prudêncio Joaquim.