Projeto trata sobre cuidados e bem-estar animal
Matéria via DS / Postado dia 15-05-2019
Começou na Combemtu (Associação de Atendimento à Criança e ao Adolescente de Tubarão) a 2ª Edição do projeto educativo Clube de Proteção Animal. O projeto se caracteriza como uma das possibilidades de interagir com os cerca de 52 educandos com faixa etária entre nove e 13 anos de idade. “Pretendemos instrumentalizar a instituição para adotar estratégias contínuas de prevenção aos maus-tratos contra os animais e mobilizar os educandos para a cultura da paz e da não violência”, explica Tânia Fernandes, pedagoga voluntária do Coletivo de Proteção Animal. “Esta não é uma causa apenas dos protetores e Ongs, mas deve ser uma agenda propositiva do município”, reforça Tânia. Sobre as atividades A primeira intervenção foi mediada pela psicóloga e vice-presidente da Movimenta-Cão, Marcele Bressane. As demais atividades serão realizadas hoje e nos dias 20, 22, 27 e 29 de maio. O Coletivo de Proteção Animal conta com o apoio da Agropecuária Nunes, Clínica de Castração HS, Combemtu, Fundação de Educação, Fundação do Meio Ambiente, Fundação de Saúde, Movimenta-Cão, Polícia Civil, Segunda Chance e Yamamoto Adestramento.


Veja Também
Fraldas geriátricas são distribuídas para unidades de saúde em Tubarão
Peixe perde de goleada no Meio-Oeste
Adolescentes são apreendidos em casa usada para desmancheComeçou na Combemtu (Associação de Atendimento à Criança e ao Adolescente de Tubarão) a 2ª Edição do projeto educativo Clube de Proteção Animal. O projeto se caracteriza como uma das possibilidades de interagir com os cerca de 52 educandos com faixa etária entre nove e 13 anos de idade. “Pretendemos instrumentalizar a instituição para adotar estratégias contínuas de prevenção aos maus-tratos contra os animais e mobilizar os educandos para a cultura da paz e da não violência”, explica Tânia Fernandes, pedagoga volunt

leia mais ...
MP arquiva inquérito de violência doméstica envolvendo deputado Daniel Freitas