Homem morre atropelado na BR-101, em Pescaria Brava
Notisul / Atualizado dia 11-02-2019

Um homem de 54 anos morreu atropelado na noite desse domingo, dia 10, na BR-101 em Pescaria Brava. A ocorrência foi registrada às 22h30, no km 323, no bairro Estiva.

O Corpo de Bombeiros Militar de Capivari de Baixo foi acionado e no local a guarnição constatou que a vítima encontrava-se caído as margens da rodovia, inconsciente, com ausência de sinais vitais e apresentando sinais evidentes de óbito. Sendo assim a vítima ficou aos cuidados do Instituto Médico Legal para perícia médica.

Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão, responsável pelo patrulhamento no trecho, a vítima foi atropelada por um BMW, placas de Florianópolis, que seguia no sentido Norte da rodovia. O motorista passou pelo teste de bafômetro, que não apontou embriaguez. O Corpo de Bombeiros esteve no local, assim como o Instituto Geral de Perícias (IGP), que recolheu o corpo.



Veja Também
Acusado de furtos é preso em Sangão
Equipe do Peixe avalia testes físicos
Gestão em Saúde de Tubarão recebe destaque

Um homem de 54 anos morreu atropelado na noite desse domingo, dia 10, na BR-101 em Pescaria Brava. A ocorrência foi registrada às 22h30, no km 323, no bairro Estiva.

O Corpo de Bombeiros Militar de Capivari de Baixo foi acionado e no local a guarnição constatou que a vítima encontrava-se caído as margens da rodovia, inconsciente, com ausência de sinais vitais e apresentando sinais evidentes de óbito. Sendo assim a vítima ficou aos cuidados do Instituto Médico Legal p

leia mais ...

Jovem é condenado a 15 anos por série de assaltos a mulheres

Um homem de 54 anos morreu atropelado na noite desse domingo, dia 10, na BR-101 em Pescaria Brava. A ocorrência foi registrada às 22h30, no km 323, no bairro Estiva.

O Corpo de Bombeiros Militar de Capivari de Baixo foi acionado e no local a guarnição constatou que a vítima encontrava-se caído as margens da rodovia, inconsciente, com ausência de sinais vitais e apresentando sinais evidentes de óbito. Sendo assim a vítima ficou aos cuidados do Instituto Médico Legal p

leia mais ...