Coleta seletiva: primeira semana de projeto é positiva
Matéria via DIÁRIO DO SUL / Postado dia 11-01-2019
 
 

A prefeitura de Braço do Norte avalia positivamente os primeiros dias de coleta seletiva no município. A Fundação de Meio Ambiente (FMA) calcula que mais de uma tonelada de lixo reciclável vem sendo recolhida todos os dias desde o começo do projeto. 

A coleta do lixo seco começou na última segunda-feira. O presidente da FMA, Raul Coan, explica que a população aderiu ao projeto. “Mesmo sendo implantado de maneira rápida, nessas primeiras semanas do ano, os moradores entenderam a proposta e estão contribuindo, fazendo a separação dos materiais de forma correta”, conta Raul. 

Os caminhões da coleta seletiva passam por todos os 26 bairros de Braço do Norte, em dias específicos. A programação pode ser conferida no site da prefeitura: www.bracodonorte.sc.gov.br. Nos bairros do interior, em locais mais afastados do Centro, o lixo reciclável será recolhido a cada 15 dias.

“Até agora, tivemos apenas quatro reclamações. Em todos os casos, a empresa responsável pela coleta foi até essas casas e recolheu o material armazenado”, relata o presidente da FMA. Raul alerta para que a população fique atenta aos dias e horários da coleta. “Tivemos poucos casos de pessoas que deixaram o lixo reciclável na porta de casa após o horário em que o caminhão passa. Acontece, é um período de adaptação. O importante é que cada um busque fazer a sua parte”, afirma. 

Outra dica, segundo a prefeitura, é que os moradores do Centro separem de forma visível o lixo úmido do material reciclado. “Os caminhões da coleta convencional e da coleta seletiva passam em dias e horários diferentes, mas, mesmo assim, se o material não estiver bem sinalizado, pode haver algum imprevisto. Colocar um adesivo mostrando qual lixo é o reciclável ou criar um recipiente diferente para o lixo seco são formas de ajudar a coleta”, explica Raul.

 

DEPÓSITOS SUBTERRÂNEOS

Além da coleta de porta em porta, depósitos subterrâneos foram instalados em duas praças de Braço do Norte. São três lixeiras em cada ponto, nas praças Padre Röer e Coronel Collaço, com capacidade para armazenar três mil litros de lixo reciclável. 

“É um local em que o armazenamento é maior, e qualquer pessoa pode usar. O comércio tem utilizado bastante, já que essas lixeiras estão próximas às lojas”, aponta Raul. Resíduos especiais, como pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes e pneus, devem ser devolvidos onde foram comprados, no sistema de logística reversa.



Veja Também
Prazo para sacar o PIS/Pasep termina amanhã; veja quem tem direito
Sorteio de hoje da Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 6,2 milhões
Desconto sobre débitos atrasados de IPVA e ICMS termina na sexta
Polícia prende homem por pornografia