Estupro de criança autista é investigado
Matéria via DS / Postado dia 09-11-2018

Desde ontem, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) de Tubarão investiga uma denúncia de estupro contra um menino de oito anos. A criança é autista. 

O suspeito do crime é o pai, e o caso chegou até a polícia depois de uma denúncia feita pela professora do menino. 

De acordo com a delegada responsável pela investigação, Jucinês Ferreira, o crime teria ocorrido há pelo menos três meses. “Uma professora do menino percebeu certa vez que a criança estava com dificuldade para sentar. Passado algum tempo, ela resolveu relatar o caso para policiais militares que realizam palestra na escola”, conta a delegada. 

Com a situação relatada, os policiais militares entraram em contato com o setor de Psicologia da Dpcami. “Então, a nossa psicóloga orientou que usassem o bichinho de pelúcia mascote do Proerd para que a criança falasse algo. Assim, através deste meio lúdico, o menino pegou o boneco, apertou o pescoço e disse que o pai fazia isso com ele”, informa a delegada. 

Jucinês relata que os pais do menino estão separados e que a mãe foi ouvida ontem. “Ela nos relatou que chegou a ver o pai beijando o pênis do menino, acariciando, dentre outras situações. A mãe também apresentou ter problemas e pedimos que ela realizasse exames no filho. Com os exames e os resultados em mãos será analisado se pediremos ou não a prisão preventiva do pai”, informa a delegada. 

Como não houve flagrante e o caso ainda precisa de maiores investigações, a delegada conta que optou, neste primeiro momento, por deixar o pai, suspeito do crime, responder ao inquérito em liberdade.


O crime

O crime está previsto no artigo 217 do Código Penal, que fala sobre ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. A pena para o condenado vai de oito a 15 anos de reclusão.



Veja Também
Cão PM recebe certificação internacional
Quarta será dia de música em Laguna
Hercílio Luz e Brusque ficam em 0 a 0
Casa é destruída em incêndio

Desde ontem, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) de Tubarão investiga uma denúncia de estupro contra um menino de oito anos. A criança é autista. 

O suspeito do crime é o pai, e o caso chegou até a polícia depois de uma denúncia feita pela professora do menino. 

De acordo com a delegada responsável pela investigação, Jucinês Ferreira, o crime teria ocorrido há

leia mais ...