São Ludgero recebe o Prêmio Fritz Müller
Matéria via DS / Postado dia 08-11-2018

O município de São Ludgero foi premiado com o Troféu Fritz Müller, pelo projeto “São Ludgero 100% Esgoto Sanitário Tratado nas Áreas Urbana e Rural”. Trata-se da maior premiação ambiental do Estado, sendo uma iniciativa do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), e ocorreu na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

Na 20ª edição do evento, São Ludgero recebeu a premiação na categoria “tratamento de efluentes”, diante do projeto executado ao longo de vários anos, a várias mãos, com várias parcerias. Na área urbana, o 100% de coleta e tratamento de esgoto, realizado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), localizada no Centro da cidade, aconteceu após o município ter conseguido a autorização do Ministério Público para ampliar o benefício a determinadas áreas consideradas irregulares, depois de apresentar uma ação prática de regularização fundiária, o Lar Legal. 

No caso da área rural, através de um Sistema Individual de Tratamento (SIT) estudado e desenvolvido para a realidade local pelos técnicos do escritório local da Epagri, foi necessário um forte investimento para alcançar todas as famílias rurais, e isso aconteceu nos últimos anos através da administração municipal e Samae. O investimento médio em cada propriedade, com recursos próprios, foi de R$ 1,8 mil por sistema implantado.

O prefeito Ibaneis Lembeck, o Iba, diz que a premiação é compartilhada com várias pessoas que formaram um grupo gestor, o qual se comprometeu, nos últimos anos, a abraçar a causa. “A felicidade é coletiva, envolve todas as famílias, inúmeras lideranças ao longo dos anos, atuais e ex-gestores, ex-vereadores, diversas entidades. É um projeto iniciado que a atual gestão decidiu abraçar e superar todos os obstáculos por entender que era preciso fazer o dever de casa em relação ao meio ambiente e à preservação da água”, declara.

 

Sobre o prêmio

O Prêmio Fritz Müller é concedido anualmente a instituições que apresentam projetos destinados à preservação da natureza e que vão além do determinado pela legislação. Em 2018, houve recorde de inscrições: foram 124 projetos, de 85 organizações, 77% a mais que na edição anterior.



Veja Também
Florianópolis Justiça decreta prisão de mulher suspeita de matar marido coronel da PM
Família de brasileiros mortos no Chile pretende fazer velório coletivo em SC
Previsão Tempo fica instável com aberturas de sol e nuvens nesta sexta-feira em SC
Reta final do Estadual serve de inspiração para time